terça-feira, abril 03, 2012


mijo
(um poema urgente)


1.

uma mulher não deve mijar
deve fazer xixi

2.

uma mulher faz xixi
não mija
mas em banheiros públicos
a mulher acaba que mija

3.

uma mulher faz xixi
porque é mais sexy
mas quando é incontinente
a questão se torna irrelevante

4.

conheço uma mulher
que mijava
mas dizia por aí
que fazia xixi

5.

mijei no balde
foi libertador
mijei no balde
dentro do elevador
mijei com vontade
sim senhor
hoje
sou outra mulher

6.

xixi, mijo, urina: como queira chamar
se tiver nojo e a água acabar
se quiser viver vai ter que tomar
mijo. se quiser pode dizer
xixi ou guaraná

mas continua sendo mijo

7.

nisso tudo eu pensava
a caminho do banheiro
após ter lido uma frase
do marcelo rubens paiva
será que ele mija, o marcelo?
com certeza deve mijar
mirando as estrelas, será?
fazendo desenhos no ar?

(quem se importa?
eu não me importo)


8.

outra questão a se especular
quando acontece dormindo
é xixi ou mijo?
dependerá do fluxo?
da quantidade?
qual o critério?
outra coisa que direi
como aviso ou comentário:
mija-se desperto ou dormindo
peidar só se pode acordado


março de 2011
provavelmente

8 comentários:

ThaisM disse...

Cara Angelita,

Já chamei de piririca, pororoca
Mas sabemos, logicamente,
que xixi é o que se força
a ser
Verde - cor de baixinho,
Amerelho, o natural
e finalmente o fungos
que são, mais obviamente ainda,
do Mel.

Guiga disse...

fazer xixi ou mijar olhando às estrelas.

Antônio LaCarne disse...

incrível esse poema! uma das melhores coisas que eu já li. parabéns, mesmo!!!!! é uma maravilha começar a segunda lendo uma coisa dessas. wow!

Homem Feito disse...

Angélica, esse poema é um luxo

Anónimo disse...

Lendo a coisa que vc postou e os comentários, fica patente q a internet é uma cloaca máxima! Mas, deve haver mesmo um lugar onde os medíocres se completem! Adeus! Não faço parte desta cambada.

Profa. Eliana Kefalás disse...

o meu mijo dura quase um minuto
sou caixa d'água que anda, deita, dorme
mas se levanta no meio da noite
pra levar presente pro esgoto
mora em mim
lugares de uma casa em construção

estou adorando conhecer seus poemas
via susana via TZ

Rafa disse...

Porque esse poema não saiu no livro do Útero?? Deveria. é muito bom.

Isabela disse...

Apaixonada por cada cantinho aqui, se quiser conferir um blog de poesia e fotografia: http://paraisoinexistente.blogspot.com.br/