quinta-feira, fevereiro 19, 2009

o que estamos perdendo ao dizer metrô, e não subte? talvez a oportunidade de dizer: te encontro no subte. no subterrâneo. debaixo da terra. transitamos feito formigas sem dar-nos conta. porque dizemos metrô. significa: o que nos leva rápido de um lugar a outro da metrópole. enquanto fazemos de conta que não estamos debaixo da terra. 

sexta-feira, fevereiro 13, 2009

literatura em bloco

não, não vai sair no carnaval. não que eu saiba.

é uma reportagem da juliana krapp sobre escritores e seus cadernos. contei-lhe sobre meu já seboso caderninho da marca sebenta, comprado no supermercado pingo doce, em portugal. caderno este que abriga poemas, listas de palavras, as primeiras páginas do grande gatsby (sim, copiei), alguns primeiros parágrafos memoráveis e endereços de amigos.

disse-lhe, também, que preciso aprender a desrespeitar moleskines. oh! malcriação. leiam lá.

*

por falar nisso, calixto: foi. me avisa quando chegar.

terça-feira, fevereiro 10, 2009

o que é

“Você pode ter lido um ou dois [poetas] e já sacar o que é poesia: que a poesia é um tipo de loucura qualquer. É uma linguagem que te pira um pouco, que meio te tira do eixo.”*

ana cristina cesar.

repare a pouca de vontade de pontificar: poesia é um tipo de loucura qualquer. é uma linguagem que te pira um pouco, que meio te tira do eixo.

é a minha (in)definição favorita.



*depoimento publicado no "escritos no rio" (editora brasiliense) e depois em "crítica e tradução" (instituto moreira salles, editora ática). obrigada, pádua.

quinta-feira, fevereiro 05, 2009

casa

estou num computador com teclado desconfigurado, me desculpem. escapei das borrascas e menos graus e vim passar uns dias na casa da minha mae, em pelotas. seis meses sem assistir televisao e ja no setor de passaportes do aeroporto de guarulhos uma tv ligada na globonews me recepcionava com roubos, sequestros, mortes, abusos sexuais, traficantes, latrocinios, laticinios, coca-colas, aguas de coco, mosquitos, mascates, mortadelas e ziriguiduns. custava deixar no canal do tempo, aeroporto de guarulhos?

e a empresa responsavel pela limpeza do aeroporto se chama whiteness. whiteness! whiteness.