segunda-feira, janeiro 31, 2005

found poem
howard nemerov

after information received
in The St. Louis Post-Dispatch, 4 v 86


The population center of the USA
Has shifted to Potosi, in Missouri.

The calculation employed by authorities
In arriving at this dislocation assumes

That the country is a geometric plane,
Perfectly flat, and that every citizen,

Including those in Alaska and Hawaii
And the District of Columbia, weighs the same;

So that, given these simple presuppositions,
The entire bulk and spread of all the people

Should theoretically balance on the point
Of a needle under Potosi in Missouri

Where no one is residing nowadays
But the watchman over an abandoned mine

Whence the company got the lead out and left.
"It gets pretty lonely here," he says, "at night."


From War Stories by Howard Nemerov, published by the University of Chicago Press. Copyright © 1987 by Howard Nemerov.

vai escrever?
sei não.


"muito se escreveu sobre"

"a lot has been written about"

"mucho se escribió sobre"

"ist... viel geschrieben worden"

put put

num toco cinzento ali beira mar
um pássaro negro acabou de cagar.

*

janeiro foi um RISCO no calendário. jácabou?

*

e o sol voltou a prilhar! feliz semana a todos.

sábado, janeiro 29, 2005

rev. #9

esnobada na festa molha os pés no rio das antas
debaixo d'água como faz seu coração?
'sai da chuva' 'já para casa'

*

ganhei uma ocarina.


captação de recusas

"O aspecto triste sobre a reverência e o respeito na América é que é preciso dinheiro para tê-las; por conseguinte, o poeta americano que deseja respeito e reverência está derrotado antes de começar, porque dinheiro é uma coisa muito difícil de obter, e para um poeta é quase virtualmente impossível. Um idiota endinheirado é logo apartado de seu dinheiro, mas o poeta e o dinheiro nunca nem mesmo se encontram para ser apartados. E aquela velha história de fadas, segundo a qual os poetas escrevem melhor quando estão famintos e mal acomodados, é uma grande idiotice."

Gregory Corso
(Algo sobre meus primórdios... E o que sinto agora,
em Poesia Como Criação (Poets on Poetry),
coord. de Howard Nemerov,
Basic Books, NY, 1966)

*

Last Night I Drove a Car
(G. Corso)

Last night I drove a car
not knowing how to drive
not owning a car
I drove and knocked down
people I loved...went 120 through one town.

I stopped at Hedgeville
and slept in the back seat
...excited about my new life.

quinta-feira, janeiro 27, 2005

meu bem, it's all very fine
poetar com deadline
cê diz aí quando eu entrego
anota a data senão eu nego
e sorto tiros em columbáin
ai meu bain, meu kurt cobem
cê percebeu que é impossível?
com data o trem fica horrível
sem data então nem sai(n).

*

beijos, luiz!
esta não é a sua vida

Angie Freitas of Ka'a'awa celebrated her 60th birthday with a dinner hosted by her children, Dorothy Mahoney and Moani Fields; her grandchildren; and her sister, Florence Cabrera, on Dec. 14 at Outback Steakhouse in Waipi'o. Freitas was born Dec. 13, 1942, and is a retired hula teacher.

(Honolulu Advertiser, fev. 2003)

quarta-feira, janeiro 26, 2005

pro menino do jabour

[ago. 2002] Aí o meu roommate, Billy Shears, acordou ao meio-dia. Eu estava fazendo um balde de café na cozinha. "Bom dia!", eu disse. E ele: "Nossa, como você está luminosa!" O que um banho de manhã não faz. :)

zub, tu ainda lê esta trolha?
fragmento

...e quero mais que ela se ferre
ponto com ponto be erre

terça-feira, janeiro 25, 2005

rs

já basta que me batas
com as botas sujas de bosta

segunda-feira, janeiro 24, 2005

bass and treble heal every hurt.

(elvis costello, 45)
telecomunicações

felice schragenheim (jaguar) escrevia cartas com tinta verde. satie nem abria as cartas que os amigos mandavam. cocteau achou uma pilha sob o mataborrão, cartas dele, inclusive. quando o satélite passava sobre paris, picasso bufou e disse: 'ça m'emmerde', isso me emerda. nada del mundo es real.

domingo, janeiro 23, 2005

beber na arca de noah. arcade não é. ar cadê não há.

sábado, janeiro 22, 2005

recordar não é viver. dane-se.

gatos iraquíes/ perros callejeros/ correndo entre débris/ ninguém pra fazer um afago/ nem trocar a água da tigela/ gatos iraquíes/ perros callejeros/ nenhuma criança pra atar/ latas aos rabos dos perros/ os ratos de bagdá/ há muito estão em kirkuk/ os ratos de tikrit/ se foram de muda pra síria/ então os gatos iraquíes/ miam aqui e ali sem sossego/ gatos iraquíes/ perros callejeros/ envenenados pelos saqueadores e insuportáveis troopas/ ay, gatos gordos da américa/ cães mais obesos que os donos/ nem sonham com o estrondo das bombas/ com que sonham gatos iraquíes/ perros callejeros/ dormindo entre débris.

sexta-feira, janeiro 21, 2005

atacama, licancabur!
my heart bursting with love!
my brain boiling with faith!
my lungs camel ho malboro!
no money to see the salaressss!
honey so short of dolaresss!
london in your backpack!
rimbaud up my arse!

i bought him an ice-cream on the road to calama
and that night we saw shooting stars galore
but the driver's cumbia boy closed the curtains
and we drooled in our dreams thoreauly.

we woke in the morning to bad coffee.
the desert was far behind.
we didn't know of the road blocks
and bad coffee again in los andes.

to this day i remember
this boy's breath smells like roses
and when he knows not he supposes
and for me supposing is fine.

quarta-feira, janeiro 19, 2005

forma de um pudim de cafeína!

terça-feira, janeiro 18, 2005

O jornalismo acaba comigo.

segunda-feira, janeiro 17, 2005

trompe l'oeil meus olhos, que medo/ de ver tudo errado

*

mas a paris review nunca pergunta aos escritores: "quem limpa a sua casa?"

quinta-feira, janeiro 13, 2005

tou emocionada aqui. comprei 'writers at work/the paris review interviews', volume três. tem entrevistas com o cocteau, cendrars, ginsberg, william carlos williams e burroughs. entre outros. achei num sebo por r$ 12. sabe assim, oh happy day?

domingo, janeiro 09, 2005

amariamarelou!

(ontem, no ônibus, um cara disse que a maria não tinha ido)

sexta-feira, janeiro 07, 2005

americawhenwillyoubeangelicamericawhenwillyou
be angelicamericawhenwillyoubeangelic?

(sobre ginsberg, em howl)

quinta-feira, janeiro 06, 2005

(so shine)

*str*la maxima
estrel* m*xim*
estrela max*ma


quarta-feira, janeiro 05, 2005

história geral

em mim a reboque
um ultrapassado

terça-feira, janeiro 04, 2005

espancado na infância molha os pés no orinoco
embaixo d'água como soa a ocarina?
brbrlllbrrrr brbrlllbrrr

*

2005, ah, sim, como poderia ter esquecido? saúde.